Hidroavião – Conheça sua história

Hidroavião

O que é o Hidroavião e quando foi construído ?

Um Hidroavião nada mais é que um avião com trem de pouso próprio para aterrissar e decolar na água. Sua construção foi em 1910, o francês Henry Fabre, obteve sucesso ao decolar o primeiro e inovador Hidroavião, o Trimarã Le Canard. 

O Hidroavião foi mérito de quem ?

Analisando a situação da aviação, assim como os outros aviões, o Hidroavião veio ao mundo graças à todos aqueles que estudaram e realizaram projetos para que as aeronaves pudessem voar sem auxílio externo. Claro que o primeiro Hidroavião, construído por Henry, teve muito mais mérito, entretanto, podemos afirmar que pensadores e projetistas aplicados tiveram seus méritos para a construção e inovação de novos modelos para esta aeronave “aquática”. Podemos dizer que a Segunda Grande Guerra foi o gatilho para a construção destas aeronaves e a pressão que cada país sentiu, teve importância para o rápido desenvolvimento deste meio de transporte aéreo.

Quais eram as principais funções ?

Sua construção foi de extrema importância para a história da aviação, pois eram eles que tinham fácil acesso em locais com baixa planícies, incluindo os mares, lagos e rios. Eles tinham como principais funções realizar voos comerciais, mas ao longo do tempo, alguns já estavam equipados com canhões para terem sua devida participação nas guerras.

Como foi a chegada desta aeronave no Brasil ?

A aeronave chegou ao Brasil por volta de 1920 e 1930, com operações comerciais entre Porto Alegre e Rio Grande. Projetado pela Varig, estas aeronaves eram de grandes expoentes, eram conhecidas como Dornier Wal, o Savoia-Marchetti S-55 e o Martin M-130. No Brasil, a aeronave Dornier Wal foi o primeiro a sobrevoar nossos ares, na praia de Tramandaí, em 1929, causando curiosidade nos veranistas.

Como foi o avanço do Hidroavião na história ?

O Hidroavião foi inovado de acordo com a necessidade da trajetória da guerra, junto ao Ministério da Produção de Aeronaves (MPA), no Reino Unido, cogitou o invento de um caça a pistão para atender especificamente este nicho.

O Hidroavião foi utilizado na guerra ?

Surpreendendo qualquer expectativa, o Marine Aircraft Experimental Establishment (MAEE) apontou uma solução para um caça a jato cujo seu desempenho era equivalente ao de outros modelos convencionais daquela época. O avião era equipado com 4 canhões de 20mm, tendo especificamente a mesma autonomia indicada pela (MPA) no requerimento N.2/42.

O projeto teve continuidade ?

O projeto infelizmente começou a afundar em meados de 1947, perdendo financiamentos e não obtendo voos perfeitos, seu projeto foi arquivado e as aeronaves estocadas. Em 1950, tentaram novamente investir neste projeto, mas novamente o êxito não foi como esperado e após algumas experiências mal concluídas, o projeto sem dúvida, ficou no passado e hoje foram completamente esquecidos.

 

fonte

https://gauchazh.clicrbs.com.br/

Home