Um pouco da história do lendário T-6

North American T-6 Texan, também conhecido apenas como “T-6” é uma histórica aeronave americana usada para treinar pilotos das Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos, da Força Aérea Real e de outras forças aéreas da Comunidade Britânica durante a Segunda Guerra e na década de 1970. Voou pela primeira vez em 1935.
Projetado pela North American Aviation. Continua sendo uma aeronave popular usada para demonstração aérea e exibições estáticas, sendo uma atração confirmada no Evento Aéreo 2019.

A Força Aérea Brasileira operou a versão AT-6D entre 1947 e 1976. O T-6 serviu à FAB por 34 anos, foi fabricado sob licença no Brasil entre 1946 e 1951 na fábrica de aviões de Lagoa Santa, Minas Gerais. No total, 81 unidades foram produzidas em Lagoa Santa, somando-se ao total mundial de 15.495 aviões. Foi utilizado em missões de treinamento avançado, tiro, bombardeio, patrulha e demonstração aérea.
No Brasil, a nacele do piloto foi modificada pelo piloto veterano da Segunda Guerra Mundial Pedro de Lima Mendes. O T-6 vinha causando muitos acidentes aéreos e em muitos deles o piloto não conseguia saltar por não conseguir expelir a nacele. Vendo isso, Lima Mendes projetou um novo tipo de nacele para o T-6, enviando o protótipo para a North American, cujo modelo passou a ser usado no mundo todo. Porém, em 1947 Lima Mendes morreu em acidente aéreo envolvendo dois T-6, não conseguindo saltar por um problema na nacele que criara.

T-6 exposto no Museu Aeroespacial

O Museu Aeroespacial tem em seu acervo a aeronave matrícula FAB, voada pelo Coronel Antônio Arthur Braga, recordista mundial de horas de voo em aviões T-6 e comandante da Esquadrilha da Fumaça. Prova sua robustez e eficiência até hoje ser empregado em demonstrações acrobáticas, executando manobras de precisão e alto desempenho em vários cantos do planeta. Nos Estados Unidos, por exemplo, existe o “North American Team”, esquadrilha que realiza acrobacias com as aeronaves em formação. No Brasil, o “Circo Aéreo” (ex-Onix) utiliza três T-6 em demonstrações acrobáticas, e possui uma quarta aeronave em restauro.

Não perca a chance de conhecer ao vivo essa estrela da aeronáutica no Arraiá Aereo 2019, dias 8 e 9 de junho no Aeroclube de Bauru. Clique aqui para mais informações.
Nos vemos lá!

Fontes: 
wikipedia.com
www2.fab.mil.br