Turbina e motor de avião, qual a diferença ?

turbina e motor

Mas turbina e motor de avião não são a mesma coisa ?

Naturalmente, a maioria das pessoas se confundem muito, imaginando que quando falamos de turbina, estamos falando de motor. Não! A turbina e o motor são dois elementos diferentes, entretanto, a turbina é sim, um dos componentes do motor de aeronaves. O que são aquelas grandes peças embaixo das asas de um avião ? Equivocadamente chamamos estas peças de “turbinas”, porém, na verdade são os motores do avião.

 

O que é uma turbina de avião ?

A turbina de avião é um dispositivo rotativo de alta pressão que converte parcialmente a energia de fluídos em energia mecânica. Este fluído pode ser água, gás como vapor, ar e gás de combustão. É incorreto afirmar que a turbina é o motor de um avião, pois a turbina faz parte do conjunto de peças que compõe o motor.

 

O que é um motor de avião ?

Para entendermos melhor o que é um motor de avião, primeiro precisamos saber o que e quais são as peças que compõe o mesmo. Os motores são efetivamente os responsáveis por gerar força e velocidade para as aeronaves. O motor é composto por seis partes, sendo elas, o ventilador, compressor, turbina, câmara de combustão e bico injetor.

 

Um motor de avião possuí quantas turbinas ?

Um motor de avião pode ser composto de seis ou mais turbinas, isso vai de acordo com o tamanho da aeronave e quantidade de motores que a mesma possuí.

Como funciona a integração de ambas as peças do motor de avião ?

O ventilador tem a função de sugar o ar que será utilizado para dar potência ao motor. Quanto maior o ventilador, mais potente o motor. Em seguida, esse ar passa pelo compressor que, por sua vez, aumenta a pressão do ar.

O compressor é composto por várias lâminas presas a um eixo. Essas lâminas, que também podem ser chamadas de pás, giram em alta velocidade e comprimem o ar. O ar comprimido é então pulverizado com combustível.

Os gases de combustão expandem-se e explodem, através do bico injetor, na parte traseira do motor. À medida que os jatos de gás disparam para trás, o motor e consequentemente o avião são empurrados para frente.

Como o ar quente está indo para o bico injetor, passa por outro grupo de pás que compõem a turbina. Ela ligada ao mesmo eixo que o compressor, e o girar dela, faz com que o compressor gire também.

 

Fonte

https://blog.bianch.com.br/